Pinned toot

Este perfil defende o Estado Democrático de Direito, os Direitos Humanos, o Direito da Anti-discriminação, acredita que o Feminismo é uma questão de igualdade e que o racismo é inaceitável sob qualquer perspectiva.
Este perfil professa total rejeição ao Fascismo, ao anti-semitismo e a todas as formas de opressão. Acreditamos na luta de classes e na necessidade de os trabalhadores do mundo unirem-se.

Eu acredito que o Regime prepara, sim, um golpe de Estado. Os movimentos de Bolsonaro indicam que essa alternativa tornou-se a única opção desse grupo para manter-se no poder. O ataque frontal às eleições é o primeiro passo da escalada.

2015 "dólar alto, fora Dilma, fora pt!"
2020 "dólar alto é bom pro país"
O brasileiro é um grandissíssimo filhadaputa.

A Mão Invisível do Mercado está nesse momento com cinco dedos enfiados no cu do empresariado mundial. E quem tem cu, tem medo, parça.

A revolução será feminista, ou não será.
Neste dia de luta, meu SALVE vai para as guerreiras que mantêm acessa a chama da mudança.
Valeu, gurias.

Sabadão e nós tá como? Estudando para certificação Privacy & Data Protection Essentials - GDPR.

Deixa o tio explicar uma coisa: NÃO EXISTE PIB PÚBLICO E PIB PRIVADO. O conceito de Produto Interno Bruto é TODA a riqueza produzida em um ano por um país. Não existe NENHUMA literatura econômica séria que use ou sequer apresente esse conceito. É UMA MENTIRA, inventada para justificar o desempenho PÍFIO da economia sob batuta Liberal. É como dizer que a taxa de homicídios de canhotos caiu, apesar da taxa de homicídios geral ter subido.
Para quem defende essa bobagem, tome vergonha na cara.

"Ain, é comunista, mas tem carro".Sim, pq quem prega voto de pobreza são os cristãos, não os comunistas.
"Ainnnn, olhalá, tem iPhone". Se o trabalhador tudo produz, tudo a ele pertence, mano.
"Comunista, mas vai na praia" Sim, pq afinal de contas não foi o Kapitalismo que inventou o mar, né não?

Sobre o episódio de hoje na ~coletiva de imprensa~ do biroliro, imprensa brasileira tem mais que se fuder mesmo por aceitar essa palhaçada...

LGPD pra que, né?
"Em um grupo fechado no Telegram com mais de 1,6 mil membros, os dados pessoais de centenas de milhares de brasileiros estão sendo vendidos. Os indivíduos que fazem parte do chat privado têm acesso a um marketplace onde mais de 500 mil entradas podem ser adquiridas — os valores vão de R$ 20 a R$ 40 — e posteriormente usadas para a prática de fraudes de identidade."

Boa noite, povo. Sabe o que está bom de tomar agora? Os meios de produção. :Marx:

Na Alemanha, existe lei que prevê a punição de quem insulta ou difama segmentos da população. No Canadá, também há lei que criminaliza o ato de quem intencionalmente promove o ódio. Em Portugal, são punidas todas as formas de discriminação e discurso do ódio. (end)

No Brasil, após a apresentação do projeto de lei 122 (criminaliza qualquer forma de discriminação por orientação sexual ), aumentou o debate sobre o discurso do ódio. A maioria dos países de regime democrático entende que a proibição do discurso do ódio não fere o princípio da liberdade de expressão ou manifestação de pensamento, com exceção dos Estados Unidos. (+)

* essa visão atesta que o direito de liberdade de expressão não deve ser regulado na expressão, mas ser coibido nas suas conseqüências. Ou seja, o indivíduo deve ter a liberdade de proferir um discurso racista, mas deverá ser penalizado após o discurso por tê-lo feito. Isso evitaria a censura prévia, mas não evitaria a punição pelo excesso. (+)

(2)
Rejeita, ainda, a visão de que a lei deve ser utilizada para propiciar relações comunitárias melhores, além de desafiar a visão de Dworkin de que não se deve colocar limites na liberdade de expressão do indivíduo que profere discurso de ódio*. Com base no conceito de igualdade e tratamento igualitário, ainda aponta quando o ouvinte de um discurso de ódio tem o dever moral de combatê-lo.
A conclusão irá abordar que o discurso racista deve ser sempre proscrito, ao passo que o religioso não.

1. Bright A. Hate speech and equality. UCL Jurisprudence Review. 2005;(12):112–26.

Aborda os discursos de ódio de fundo racista e religioso. Explora o potencial de igualdade, através de uma análise moral do problema do discurso de ódio. A autora defende que é preciso uma nova teoria moral que explique e justifique qualquer incursão no discurso.
(+)

Para quem acredita nessas coisas, 2020 tem um calendário igual ao de 1964...
calendarr.com/brasil/calendari

Pergunta: vcs consideram o golpe contra Dilma em maio, qdo a câmara aprova a abertura do processo de impeachment, e Dilma é afastada do cargo, ou em agosto, qdo o senado formalmente cassa o mandato? Particularmente, uso maio, pois é quando há cassação factualmente.

Dan :Ryyca: boosted

Temos novidades aqui na ursal. Vcs não precisam mais de convite. Só entrar na Ursal.zone e cadastrar o email. O processo vai ser igual do Masto.donte e do Coletivos.org

Show more
Ursalzona no Mastodon

A URSAL.zone é uma instância moderada com foco em militantes progressistas, feministas e antifascistas da América Latina contrários a todas as formas de opressão, exploração e humilhação entre seres humanos. Discursos de ódio, propagação de mentiras e pornografia comercial são proibidos. Leia nosso Código de Conduta para mais informações.