Um trabalho finalizado hoje. Agora só faltam 15 relatórios para digitar no FDS. Kkkkcrying

Mile boosted

Hei!, sabe como era na ditadura?

Era assim... de desmonte em desmonte... Educação, Saúde, Cultura, Empregos, Direitos Sociais...

Ah! E a corrupção corria solta.

educacao.uol.com.br/noticias/2

Postei essa foto no meu status do WhatsApp, aí meu tio bolsominion que não fala comigo há meses: “Dois comunistas.”
Eu lindamente de volta: “Três comigo 😘”
Ele, um senhor de mais de 60 anos com netos, mandou figurinhas de um milico jogando um ovo no Lula.
Eu: “Para a sua informação, Lula não é comunista, mas eu sou. Tenha uma boa noite.”
Ele só respondeu “boa noite” e não falou + nada depois dessa. Kkkk
Não posto prints de conversa pessoal em público, mas mandei para as minhas primas todas. Haha

A minha amiga “que vai votar no Bolsonaro porque está sendo imparcial” agora: olhe quem votou contra aumentar o bolsa-família.

O projeto para aumentar o bolsa-família é literalmente de uma deputada do PT com acréscimo no texto de uma deputada do PCdoB.

5 segundos antes ela estava reclamando de fakenews da esquerda. 🤡

As pessoas só se surpreendem quando nos veem porque não frequentam e não promovem ambientes acessíveis e acolhedores que permitam que elas convivam conosco.

Show thread

Quando eu vi o primeiro post desse tipo hoje no Twitter, eu perguntei de forma sarcástica ao meu namorado exatamente assim: “devo me preocupar de alguém da minha seção estar fazendo post motivacional no Twitter porque me viu?”

É exaustivo. Tem uma influencer PcD que eu acompanho que vive brincando que um dos maiores medos dela é sair na rua e virar post no Razões para Acreditar. A gente brinca, mas é um receio real.

Show thread

Hoje, como sempre, eu vi gente falando de pessoas com deficiência que foram votar como se elas fossem um exemplo de superação. Meu deus, que saco isso, só parem. A gente vive as nossas vidas da mesma forma que pessoas sem deficiência vivem as delas, e isso inclui exercer nossa cidadania. Eu mesma só fui votar de cadeira de rodas por um único motivo: não dava para eu fazer uma pausa, deixar de ser cadeirante no dia da eleição e voltar a ser no dia seguinte. A gente não vive trancada em casa, viu?

No meu estado, Collor não foi nem para o segundo turno. Não se pode ganhar todas, mas essa a gente ganhou. 😍

Eu acho que consegui plantar a sementinha da ideia de um mundo comunista no pessoal aqui de casa. Minha mãe não tem salvação, mas pelo menos minha irmã e meu padrasto concordaram quando eu disse que não era justo existir gente milionária e gente passando fome, também entenderam que ninguém fica rico sem explorar outras pessoas. Lembrei também que dono de Celtinha não é rico. 😂 E fiquei mega orgulhosa de ver minha irmã mais nova falando em defesa de governo para pobre e não só para classe média.

Mile boosted

A minha vó às vezes dizia que, “por causa de um, todos pagam”. E hoje eu me lembrei dessa frase porque vi uma foto do Lázaro Ramos (maravilhoso as always) segurando um livro e, de tanto que eu vejo autor indie sendo desonesto e usando foto de gente famosa sem permissão na hora de divulgar livro, achei que fosse montagem (não era, eu fui verificar). Estar em um ambiente que não é legal colabora muito para a gente deixar de ser legal.

Montagem de aniversário. 

Como aqui não tem os balõezinhos do Twitter, eu mesma coloquei os meus. Haha

Parabéns para mim!

Alerta de fofura felina! 

Minha ex-filhota (minha cunhada a adotou quando precisei me mudar). Bateu a saudade.

Uma coisa que anda me incomodando muito é a forma como pautas identitárias têm sido tratadas na internet pelo pessoal mais jovem (não que eu seja velha rsrs). É quase sempre de uma forma esvaziada de coletividade, tratam como se fosse uma questão de indivíduos alheios ao todo em vez de uma questão sistemática e estrutural. Opressões criam suas raízes no sistema.

Isso aconteceu no Reino Unido, mas este ano aqui mesmo no Brasil a Latam perdeu a cadeira de rodas uma conhecida e só encontrou horas depois.

Show thread

Hoje eu comecei meu dia com a notícia de que uma moça cadeirante precisou se arrastar pelo corredor do avião para poder usar o banheiro porque não tinham uma cadeira de corredor. Eu chorei vendo o vídeo, de ódio, de revolta. Em um mundo capitalista, ocupar espaço com acessibilidade é tirar espaço do lucro. E a gente vale menos que o lucro.

A pessoa chega aos 32 anos e não tem mais o que inventar, daí resolve fazer mecha no cabelo em casa tal qual uma adolescente. A pessoa no caso sou eu, e estou aqui com uma mecha do cabelo descolorida e decidindo se pinto de roxo ou de turquesa. Rsrs

Vi uma “vaga para pessoa designer” e comentei no Twitter só para brincar que a empresa deveria ter recebido currículos de doguinhos em seleções anteriores já que designer já é uma palavra de gênero neutro. Eu só queria fazer a piadinha dos doguinhos. Surgiu gente problematizando que era porque não tinha trans no RH e gente me explicando que usam “pessoa” para neutralizar as palavras (eu trabalho como revisora 🤦🏻‍♀️). Cada dia mais intankável ficar no Twitter. Eu só queria falar dos doguinhos.

Não fosse essa situação atual bizarra, este ano eu iria de Sofia, porque o PCB tem propostas muito boas para PcDs. Estatização do cuidado não é algo que eu costume ver ser debatido fora da comunidade PcD.

Mile boosted

Que sacanagem Ciro Gomes está fazendo c a Jairmearrependi, além de servir como linha auxiliar do bolsonarismo, agora persegue a jairme judicialmente. Esse cara é podre, podre.

Show older
Ursalzona no Mastodon

A URSAL.zone é uma instância moderada com foco em militantes progressistas, feministas e antifascistas da América Latina contrários a todas as formas de opressão, exploração e humilhação entre seres humanos. Discursos de ódio, propagação de mentiras e pornografia comercial são proibidos. Leia nosso Código de Conduta para mais informações.