Está nascendo uma sementinha de desejo de arriscar e instalar Linux no meu note principal e largar sistemas proprietários mas confesso que não tenho confiança pra isso. Mas pelo menos não é algo que eu descarte de todo.

@foo_luke Uso Linux faz uns 20 anos e só consegui migrar o meu sistema principal de vez agora no fim do ano. Dependendo da distro dá pra confiar sim mas vai por mim que o ubuntu não tá nessa lista faz uns anos.

@rdricco é, acabei de descobrir. Acho que tem de usar bastante em máquina secundária e quando tiver mais conhecimento do sistema, seus problemas e soluções aí sim migrar. Mas me diga, agora que fez a migração qual a foi distro escolhida?

@foo_luke Migrei pro Manjaro que é praticamente um Arch (o wiki deles é a biblia pra resolver problemas). To usando com o KDE e to impressionado com o acabamento e a performance, dá até raiva quando preciso subir o windows só pra uma ou outra tarefa tipo abrir um arquivo do adobe xd.. Migrei tanto o desktop quanto um raspberry (esse com XFCE de desktop) que uso pra alguns serviços.. Se precisar de ajuda ou orientação pode chamar

@rdricco @foo_luke
Queria também, mas sempre fujo porque o pc é meu videogame. Além disso, com pandemia, tenho utilizado o pc pra trabalhar e é tudo baseado em windows.
Eu já testei algumas distros, e gostei bastante do fedora.

Follow

@rnpereira @foo_luke O problema dos jogos é praticamente passado. A maioria dos meus jogos da steam funcionam de boa via proton (uma camada de compatibilidade da valve), até mesmo pros mais recentes. Hoje só sinto falta do Rocksmith, que roda mas tem um problema de latencia que inviabiliza rodar ele com o audio ativado e de software da adobe que vez ou outra recebo algum arquivo de cliente... O que você usa que acha que não rola no linux?

@rdricco @rnpereira eu confesso que games nem chega a ser um problema pra mim, mas produtividade sim. Ontem eu perdi muito tempo pra resolver um problema que eu julgo já deveria estar no passado há pelo menos uma década, e pra piorar não resolvi. Um problema que o win resolveu desde o win 98. Não dá pra gente achar normal que o som de uma máquina (velha ou nova, é indiferente) que está funcionando simplesmente pare de funcionar sem motivo aparente por problema de software.

@rdricco @rnpereira são pequenas coisas assim que me desanimam de migrar de vez pro Linux.

@rdricco @foo_luke blizzard e origin, além de steam.
Mas meus jogos não são dos mais novos não. Meu note é de 2013.
Mas tem também o trabalho, que só usa windows.
E acho que deve ter também um pouco de inércia

@rnpereira @foo_luke Também tem o Lutris que roda o proton fora da Steam, rodei jogo da Epic tranquilo nele. Pra trampo você usa o que? Tirando adobe eu não consigo lembrar o que não consigo rodar aqui...

@rdricco @foo_luke MS Teams, acesso remoto, via check point, e assinatura digital que não tem suporte pra linux.
Empresa do estado deveria ser obrigada a rodar linux.

Eu já tinha ouvido falar do Lutris. Mas sem linux não cheguei a testar nem nada.
A steam também fez um distro linux, SteamOS. também não fui atrás.
Vou rodar um virtual machine aqui e testar essas coisas.

@rnpereira @foo_luke O MS Teams tem versão linux (na verdade a MS como um todo melhorou muito o suporte a linux). O Checkpoint eu não faço idéia, teria que pesquisar...

Rodar uma distro em vm é legal pra conhecer o sistema mas pra jogo não vai dar muito certo porque o acesso dos jogos a gpu não va ser direto. Tem alguns guias pra tentar resolver isso mas mesmo se não der erro nenhum nunca vai se comparar ao sistema rodando direto no hardware.

@rdricco @foo_luke óia só, sabia não. Espertinhos eles. checkpoint só tem windows e mac.

Já tem um tempo, eu tentei fazer dual boot no meu note. Mas por alguma falta de conhecimento não consegui fazer o linux rodar. Fiz o particionamento, instalei, mas na hora do boot, não conseguia fazer rodar um gerenciador de inicialização. Então só carregava o windows. acabei desistindo.

@rnpereira @foo_luke Você instalou o Windows depois do Linux? O instalador dele sobrescreve o GRUB (gerenciador do linux).. Se for instalação limpa é melhor começar pelo win e depois instalar o linux senão você tem que reinstalar o grub e pra um iniciante pode parecer meio complicado (não é mas sei que assusta).

@rdricco @foo_luke Não, instalei o linux depois. Meu dell já tinha o windows OEM. E a desgraça vem com umas partições que eu só consegui retirar quando bootei o pc com o gparted.
Fiz isso no hd secundário, depois que coloquei um ssd.

@rdricco @foo_luke baixei fedora e popOS pra rodar no vmbox e ver como fica com as coisas de trabalho. Se ficar bom, tento quebrar a cabeça pra fazer o Linux funcionar num dual boot

@rnpereira @foo_luke Ouvi falar bem do popOS mas nunca usei, o Fedora eu nem, sabia que ainda existia, já usei ele muito tempo atrás e acho meio quadradão demais..

@rdricco @foo_luke Fedora tá aí firme e forte. uma das distro com maior comunidade. Ou pelo menos é o que eu ouvi dizer.
Já usei fedora e gostei bastante.

@rdricco @foo_luke Sente o azar. Tava criando um pendrive live do pop!OS, não funcionou. Tentei fazer do fedora, até carregou o menu, mas depois veio um monte de erro. Aí entrei no site do pop!OS e eles recomendavam outro programa pra fazer o live pendrive. Usei ele e meu pendrive morreu. Espeto ele e não consigo fazer mais nada, nem formatar. O bagulho simplesmente matou meu pendrive. Só porque tava querendo testar a jogatina :(

@rnpereira usa o sd formatter pra ver se consegue recuperar e cria o pendrive com o balena etcher, os dois juntos não tem erro

@rdricco foi o etcher que matou meu pendrive. Eu tinha tentado antes com o lili usb creator, não deu, aí tentei com o etcher, e matou meu pendrive.

Esse sd formater, achei vários. Tem algum específico?

@rnpereira Eu desconfio que possa ser algo relacionado ao pendrive, eu já tive o mesmo problema mas com outros apps (incluindo o rufus), tava confiando no etcher porque até agora não tinha me deixado na mão =P

O SD Formatter que indiquei é esse da SD Association, o pessoal da Raspberry Foundation que recomenda ele:
sdcard.org/downloads/formatter

@rdricco Ah rapaz!!! Tu merece um beijo!!! Pendrive voltou a ter vida!!! Agora bora tentar instalar esse budega!

@rdricco felicidade durou pouco!
coloquei o fedora e tudo funciona. consigo bootar o pendrive sem problema. E isso funcionou no rufus e no etcher. Agora na hora que eu coloco o pop!OS, casseta. a bagaça só mostra o menu inicial e depois dá erro.

@rnpereira não consigo dar um diagnóstico sem muita informação mas já tive um problema parecido relacionado ao UEFI.. Me parece que o sistema foi instalado no modo errado - acontece se você tinha mais de uma opção pra boot do pendrive, uma deveria ser uefi e outra opção no modo mbr..

@rdricco Tem alguma coisa estranha acontecendo mas não consegui entender o quê.
Porque eu usei a imagem do pop pra instalar no virtual box e foi de boa.
Quando eu uso o rufus com o popOS algumas opções travam, não consigo mexer, mas se uso o fedora ou o ubuntu (estou fazendo isso agora) consigo mexer sem problema.
No etcher o fedora também funcionou muito bem. Realmente não sei o que está acontecendo, porque quando termina o processo ele diz que foi tudo bem.

@rdricco Saca a diferença nas opções no rufus quando seleciono o pop e o ubuntu. Fedora fica igual o ubuntu.
e é só selecionar a imagem, que as opções mudam.

Show newer

@rnpereira @rdricco Quando eu fui instalar o ubuntu no netbook a página da distro me sugiriu um programa, mas o troço não funcionava de jeito nenhum. Daí resolvi usar o bom e velho rufus e foi de prima. Baixei o manjaro e na página ele já sugere o rufus de cara. Tenta baixar o rufus e vê se ele consegue usar o seu pen drive.

@foo_luke @rdricco eu uso o lili por recomendação de distro também. última vez que usei foi pra fazer live usb do gparted. único jeito que consegui para limpar o hd que veio com meu note, pra fazer ele de secundário. Deixar um hd de 1tb parado à toda é foda. Mas peguei o etcher por recomendação do pop!OS.

Foda que agora quando espeto o pendrive no windows, ele reconhece que foi espetado, mas quando clico pra abrir dá erro. Como se não tivesse nada inserido na porta.

@rnpereira @rdricco acho que foi esse etcher mesmo que o Ubuntu indicou, furada. Tive o mesmo problema mas o pen-drive não foi perdido. Joga tudo fora e vai no Rufus não tem como errar. E guarda ele, eu já perdi a conta de quantos pen-drive bootaveis de Linux eu fiz com ele sempre com zero problemas. Inclusive acabei de instalar o manjaro em dual boot com o win. :D

@foo_luke @rdricco vou tentar esse Rufus amanhã. Acabou a luz aqui. Fiquei feliz que consegui rodar o ms teams. Agora tenho que testar os jogos.
Tentar recuperar esse pendrive e depois tentar rodar dual boot no Windows.

@rnpereira @rdricco pra mim foi sussa, pior parte é a questão de particionamento. Da primeira vez deu erro, daí eu resolvi criar a partição no win com a ferramenta dele mesmo e depois instalei o Manjaro lá. Nesse note aqui com memória e melhor processador rodou leve como uma pena. Fiz uma partição pequena só pra ter ideia de como é o uso no dia a dia. Vamos ver como vai ser a experiência. Mas os jogos eu deixei no win mesmo, sem saco pra transferir tudo.

@rnpereira Se for steam você pode montar essa partição dos jogos com permissão de escrita no linux e compartilhar a instalação entre os dois sistemas. É uma boa porque se não funcionar você reboota no win e não tem que baixar de novo..

@rdricco tem steam, mas tem outras lojas também. Blizzard, epic games, origin.
Se eu conseguir ressuscitar o pendrive, vou tentar instalar o pop!OS e tentar rodar os jogos.

@rnpereira nos outros eu não tenho certeza se dá pra fazer o mesmo. Cheguei a rodar o gtav da epic usando o lutris mas não lembro se instalei do zero..

@rdricco @rnpereira By the way, depois da minha frustração lá no Mate (e o problema foi resolvido apesar de eu não saber como. Eu instalei um controle de volume pela própria Boutique e estou achando que foi isso, apesar de que agora o botão de volume sumiu e preciso usar os atalhos do teclado. O MOCP voltou também e na falta de explicação atribuo ao meu senhor e salvador Poseidon) eu resolvi dar uma atualizada lá no site do Dedoimedo e isso aqui resume bem o sentimento

dedoimedo.com/computers/linux-

@foo_luke Em alguns pontos concordo com post mas acho que o mais crítico ainda é suporte a hardware, com linux você ainda precisa pesquisar antes de comprar pra não quebrar a cara e ter algo que não tem suporte. Isso e algumas soluções comerciais (tipo a adobe inteira) que o mercado impôe.

A solução dele de padronização acho um pouco absurda, é como esperar que todos sanduiches (distros) de hamburguer (o kernel linux) sejam igual ao do mcdonalds. O problema mesmo é achar nesse mar de (...)

@foo_luke opções qual sanduiche serve pro seu gosto.

Já as distros como produto já existem, é o caso do próprio Ubuntu, do Red Hat e do Manjaro que começou a oferecer uma solução comercial recentemente. Cada produto com seu publico-alvo e segmentos diferentes.

@rdricco Concordo que ter a opção de sabores diferentes não é de todo ruim, mas quando a gente fala de desktop o que realmente compromete o Linux é a inconsistência. Eu quero usar Linux não porque quero ser hacker, mas porque acho que ele é mais seguro e também tem potencial de desempenho melhor. Mas antes de tudo tem de haver consistência porque o problema que ele aponta não são as diferenças entre distros diferentes mas entre as mesmas distros. Eu confesso que acho extremamente frustrante

@rdricco instalar uma distro como o Ubuntu depois de tanto tempo e ver que eu tenho problemas no pulseaudio que dois dias antes estava funcionando normalmente e parou de funcionar sem absolutamente nenhuma razão, nenhuma. Pra piorar uma busca nas possíveis soluções exigem um monte de comando em terminal. Eu acredito que o Linux tinha sim tudo pra dominar o mercado de desktops, mas sem um mínimo de padronização nos produtos principais não rola. E é óbvio que o Linux melhorou horrores, isso é

@rdricco indiscutível. Meu primeiro contato com linux foi com o Kurumin, daí tu tira. Hoje eu entendo porque na época do boom da ubuntu tanta gente até arriscou mas hoje voltou pro win. Sad but true.

@foo_luke

@rdricco Mas só pra deixar claro eu gosto do Linux, eu tô gostando do Mate, inclusive separei umas coisas aqui que quero testar nele. Da minha patrte até gosto de tentar entender e futucar o sistema, minhas ponderações são feitas exclusivamente com o user médio em mente, que é a massa de consumidores, e por isso concordo com o Dedoimedo que tem o mesmo aproach.

@foo_luke nossa, eu odeio o mate e todos ambientes derivados do gnome...acho muito "capado". Gostava do Cinnamon mas depois que experimentei esse KDE novo to encantado com ele. A UX é sensacional e o projeto em si é demais, fico feliz esteja durando tanto:

pointieststick.com/2020/08/04/

@rdricco me deixou curioso. Eu vou nele lá junto do win. Já vou baixar e deixar o pen-drive pronto. Aí final de semana com mais tempo eu instalo ele lá e vamos ver como vai ser essa experiência.

@foo_luke ah! e concordo plenamente que o que falta é algo pra anteder o usuário médio. Pro avançado e o super leigo funciona, o problema é aquele que sabe algo mas não quer e nem precisa ser aprofundar.

@foo_luke Eu não sei, particularmente, não vejo esse problema em distros arch-based, pra todas o wiki do arch é A referencia. A mesma solução pra um problema dele é usada no Manjaro e nas outras derivadas. Quanto ao terminal, isso não tem jeito, como eu aponto uma solução que funcione em pelo menos 5 ambientes desktop com caminhos diferentes pra cada tarefa? Lembrando que o Desktop é só uma GUI, faz todo sentido usar uma solução mais crua e que todos possam usar.

Não que você não possa (...)

@foo_luke usar interface, a partir do momento que você sabe que executar o "nano" é o mesmo que abrir um editor de texto, vocẽ faz o seu próprio caminho. O único ambiente constante em qualquer distribuição linux é o shell, por isso ele é sempre o caminho "oficial". E pode não parecer, mas é a melhor experiência que você vai encontrar na hora de resolver problemas. Copiar e colar meia dúzia de comandos é muito mais rápido do que ficar clicando em ícones espalhados na tela.

@rdricco pensei em colocar uma das versões do Ubuntu em dual com o win mas acho que já vou pular pro manjaro. Aqui o mate foi escolha porque é um netbook, ou seja velho e sem poder de processamento. Mas mesmo assim acho que o mate tira leite de pedra pq ele tá rodando bonito e liso apesar do contratempo do som e de alguns comportamentos erraticos. Apesar da minha chiadeira eu tô passando mais tempo nele que no win no meu note oficial.

@rdricco bicho, coloquei o Manjaro KDE em dual boot e só sucesso. Que distro bonita, eficiente, leve, redonda. Zero problemas, só coisa leve como ter de colocar manualmente o fuso mesmo depois de ter configurado na hora da instalação. De resto ele identificou tudo e olha que eu não escolhi a opção de drive proprietário. Acesso todos os meus arquivos lá da pasta win sem problemas. Aqui meu MOC tocando músicas da pasta músicas do win10

@foo_luke Pois é, eu nunca imaginei que o KDE pudesse ser tão leve... Uma dica que eu dou é dar prioridade pra instalar pacotes do repositório oficial ou do aur (comunidade arch) e evitar o máximo o Snap/Flatpak. Pacote do arch vai ter um suporte melhor e vai ser muito mais fácil de encontrar solução pra um eventual problema...

Eu nunca usei o moc, to apanhando pra achar um player que se compare ao musicbee (que usava no windows). Por enquanto to quebrando o galho com o Strawberry...

@rdricco aqui no win eu também uso o musicbee mas confesso que não gosto dele, uso apenas pq ele ainda faz scribble pro last fm e o foobar2000 parou de fazer. Uso foobar há tanto tempo que eu nem saberia mais lembrar quando comecei. O mocp entrou na jogada na primeira vez que usei uma distro light num note velho, acho que era a crunchbang. Na busca de programas leves cheguei nele e nunca mais larguei. Acho que por enquanto a única coisa que baixei no snap foi o toot, cli de terminal pra mastodon

@foo_luke Eu gosto da navegação dele, até agora não consegui nenhum onde eu faça por ano/album e consiga listar de forma inteligente todos os artistas. Até encontrei algum legal mas nesse filtro do lastfm acabei caindo no Strawberry que funciona mas não é bem o que eu queria...

Show newer

@foo_luke ah! você tá usando KDE né? evita baixar temas/addons por ele e procura o que te interessa no aur. Alguns temas deram problemas aqui baixando por dentro dele mesmo... A regra do "se vem do reposítório tem mais garantia", vale pra tudo mesmo.

Show newer

@rnpereira @rdricco Pois é, tem um tempinho que a MS abraçou o Linux e tem feito altas contribuições para o sistema.

Sign in to participate in the conversation
Ursalzona no Mastodon

A URSAL.zone é uma instância moderada com foco em militantes progressistas, feministas e antifascistas da América Latina contrários a todas as formas de opressão, exploração e humilhação entre seres humanos. Discursos de ódio, propagação de mentiras e pornografia comercial são proibidos. Leia nosso Código de Conduta para mais informações.